Continental e a desconstrução de estereótipos

Atualizado: 13 de Out de 2020

Você sabia que o pai do Wi-Fi foi uma mulher, atriz e refugiada? Ou que o arquiteto que projetou o MASP foi uma mulher imigrante? Para dar visibilidade às mulheres por trás de grandes feitos na ciência, tecnologia, cultura e esporte, a Continental promoveu uma ação no Dia Internacional da Igualdade Feminina, em 26 de agosto, contando essas e outras histórias em painéis espalhados pela cidade de São Paulo.


A iniciativa faz parte da nova campanha de comunicação da marca, que acaba de ser relançada pelo Grupo Electrolux e volta ao mercado convidando as pessoas a atualizarem pensamentos e desconstruírem estereótipos que ainda impactam, principalmente as mulheres, tanto dentro quanto fora de casa.


Ao todo, foram retratadas nove importantes conquistas protagonizadas por mulheres pelas ruas de São Paulo, a partir de uma curadoria feita em parceria com o perfil @mulheres.historicas. No site da marca continentalbrasil.com.br/atualiza, é possível conhecer melhor todas elas, além de várias outras.


"É importante dar visibilidade às mulheres que desafiaram estereótipos em diversos momentos da história. E é isso que a Continental vem propor: atualizar pensamentos e abrir espaço para diálogos, mostrando que as mulheres podem ser e estar onde elas quiserem", afirma Cristina Duclos, Vice-presidente de Marketing da Electrolux.



O Grupo Electrolux sabe que ainda há muito a ser feito para alcançarmos uma sociedade mais igualitária e justa, mas entende que é essencial que empresas e marcas assumam seu papel nessa transformação. Por meio de iniciativas como essa, a companhia busca reforçar a importância desse compromisso e gerar reflexões e discussões tão necessárias para, juntos, construirmos um futuro melhor para todos.



20 visualizações0 comentário